Maria



Maria e Lúcifer

quarta-feira, 28 de outubro de 2015 | Compartilhe:
Maria e Lúcifer

Certa vez perguntaram ao Pe. José Antonio: “Qual foi a criatura mais sublime criada por Deus: A Virgem ou Lúcifer?”. A resposta é ao mesmo tempo uma súmula de teologia e um estímulo para a devoção a Mariana.

            Antes de qualquer coisa vamos precisar os termos. Nesta questão consideraremos que Lúcifer (que significa Estrela da manhã) é o nome do Diabo antes de ser precipitado do céu. Faço este esclarecimento de termos porque ainda que Lúcifer seja considerado por quase todos os teólogos como um sinônimo de Satanás, segundo alguns (teólogos) é um demônio diferente de Satanás. Também consideramos que seja sabido de todos que Lúcifer era o anjo de mais alta natureza criada por Deus. Feitos estes esclarecimentos, voltemos à pergunta inicial.

            É preciso dizer que a natureza mais sublime criada por Deus foi a de Lúcifer. A Virgem se santificou dia após dia, com esforço. Ela, com seu sacrifício e suas obras – e com a Graça de Deus – conseguiu ser a Criatura mais elevada (mais sublime). Porém sua sublimidade não foi um ato criador de Deus, mas sim um ato de santificação . Enquanto a mais alta natureza que Deus criou, foi a mais alta das criaturas angélicas. Deus criou Lúcifer magnífico em sua natureza, e ele se corrompeu. (Cf. Isaias 14,12-15) Deus criou Maria humilde em sua natureza, inferior aos anjos, mera mulher, e ela se santificou com auxílio da Graça de Deus. Como se pode ver, há um grande paralelismo entre ambas as figuras, mas é um paralelismo inverso:

– um é a criatura mais perfeita por natureza, a outra por Graça,

– um se corrompe, outra se santifica,

– um quer ser [...] Continue lendo

O Rosário é contemplar com Maria o Rosto de Cristo

segunda-feira, 19 de outubro de 2015 | Compartilhe:
O Rosário é contemplar com Maria o Rosto de Cristo

São João Paulo II costumava dizer que o rosário era sua oração preferida. Há quem ache o rosário uma oração cansativa. Para estes, digo: veja o quanto o rosário fez bem a São João Paulo II. Você também merece viver isso!

Cada ave-Maria representa uma rosa que oferecemos a Jesus pelas mãos de Maria. Por isso o nome ‘rosário’.  Em nenhum momento esta oração tira Jesus da centralidade da fé católica. Aliás, toda ave-maria traz ao centro o nome de “Jesus”. Incrível pensar que Nossa Senhora jamais retém o que quer que seja para si. A história de Nossa Senhora se resume em ‘fazer tudo o que Ele disser!’. Ela assumiu isso a vida toda. Por isso, a própria vida de Maria não se inclina sobre si mesma mas apenas na direção do Senhor.

Cada vez que saudamos a Nossa Senhora, ela apresenta a Jesus nossa própria prece através de suas palavras. Isso é um alívio maravilhoso. Como poderíamos nos dirigir a Jesus sendo tão limitados por causa de nossos pecados? Por graça, a Virgem Maria – pu [...] Continue lendo

Página 1 de 212